sábado, 25 de maio de 2024

Fechamento mai/24 + um pouco da vida

Ano "mágico" onde a carteira ultrapassou os 500k (uhulll). 



Comentário sobre a vida profissional:

Vejo que fiz escolhas "muito boas" no âmbito profissional e graças a elas e a Deus tenho conseguido ter um ritmo de aportes alto. Tenho, no entanto, sentido extrema infelicidade e sobrecarga devido ao volume de horas trabalhadas e pressão.

Preciso tomar cuidado para não entrar em uma espiral negativa.

Comentário aleatório:

Quando iniciei o aprendizado sobre investimentos não tinha um tostão e fiquei encantado com os FIIs. O encantamento se deu pela renda passiva mensal e o efeito bola de neve dos proventos sendo reinvestidos. 

Hoje em dia tenho pouco % da carteira em FIIs (cerca de 80k) mas de tempos em tempos fico refletindo se sobre a possibilidade de ver 4k/mês entrando na conta "sem eu fazer nada".


Conselho dos colegas: Tenho pensado sobre adquiri um imóvel para usar o saldo de FGTS que tenho em conta. O que pensam sobre?

terça-feira, 2 de janeiro de 2024

Fechamento dez/23

 Planilha de rentabilidade do ano:



Ao final do ano, fiz um aporte "monstro" em Previdência Privada para coletar o benefício do PGBL. Tenho uma outra Previdência Privada com contrapartida da empresa que, assim como o FGTS, não contabilizo aqui no acompanhamento.

Ao final de dezembro, finalizei meu sétimo mês consecutivo de aporte e acompanhamento de carteira. Com isso, alguns números interessantes:

  • Cheguei à cota 2,304 
  • Tive, desde 2017, R$ 45.045,00 em proventos totalmente reinvestidos na carteira
  • O total aportado foi de R$345.098,74 reais, sendo que 110k foram apenas ao logo de 2023. Isso significa que da minha carteia, 78% é proveniente de aportes e 22% (~97k) são provenientes de valorização 
  • Percentuais da carteira por classe de ativo:
    • Ações e FIIs -> 55,60% 
    • RF -> 22,19%
    • FIAs -> 12,46%
    • Prev. Privada -> 5,25%
    • FI Infra -> 3,26%
    • Stocks -> 1,25%